VERSÃO CUPÊ DO CIVIC

A Honda também apresentou novidades no Salão de Los Angeles, entre elas a versão cupê do novo Civic. Com estilo totalmente inédito no mercado americano, o modelo complementa a décima geração da familia Civic  e tem previsão de chegada as concessionarias daquele país prevista para março do ano que vem. Modelo será oferecido com duas opções de motor: um 2.0 com comando variável i-VTEC e 158 cv na versão de entrada e um 1.5 turbo com 174 cv. No Brasil, o cupê deve seguir na versão  Si.

Se a dianteira permanece inalterada em relação ao sedã, com faróis afilados (que podem ser full led) ligados por uma larga barra cromada e capô com vincos pronunciados, a traseira se divide. O perfil esportivo causado pela caída do teto pronunciada classifica o modelo como um legítimo cupê, diferentemente do sedã, que tenta se passar por um cupê e termina com a traseira alta, levando a certo “peso” visual.  As lanternas são semelhantes entre os dois modelos, mas no cupê são integradas por uma barra vermelha, assim como no conceito que lhe deu origem. O para-choque reforça a aparência esportiva com a simulação de saídas e difusor de ar. Por dentro, nenhuma surpresa. O Civic cupê é idêntico ao irmão de quatro portas e também abandona o painel digital dividido em dois andares.

Enquanto as versões de entrada LX e LX-P serão equipadas com motor 2.0 i-VTEC de 160 cv de potência e 19,1 mkgf de torque, as seguintes EX-T, EX-L e a inédita Touring levarão o novo 1.5 turbo com injeção direta de 176 cv e 22,4 mkgf disponíveis a partir de 1.700 rpm. A configuração esportiva Si, única atualmente vendida na carroceria cupê no Brasil, será apresentada posteriormente. Rumores apontam que a configuração será dotada de um motor 2.0 turbo com potência acima dos atuais 206 cv.

Conheça o novo Subaru Legacy e Outback

A Subaru confirmou no Brasil o lançamento de mais dois novos modelos de alto desempenho, com a chegada nas concessionárias da sexta geração dos modelos Legacy e Outback. O primeiro é um carro que pode ser classificado como um sedan, e o segundo pode ser classificado como uma perua, mas ambos acabam tendo um apelo mais para o off-road, perfeitos para quem exige mais do veículo, mas não perde a chance de andar em um carro com estilo.

Os dois modelos foram apresentados pela primeira vez durante o Salão de Chicago de 2014, e devem chegar ao Brasil custando $ 152.900 e R$ 159.900, respectivamente.

Dois carros e duas propostas diferentes

Apesar de ambos os veículos apresentados pela Subaru contarem com propostas diferentes, a marca faz questão de apresentar os dois deles por motivos que se tornam óbvios ao conhecer um pouco mais da configuração dos dois modelos. Ambos os carros são equipados com motor de seis cilindros contrapostos (boxer) de 3.6 litros a gasolina e que entrega 256 cv de potência.

Além disso, os veículos contam, em seu conjunto mecânico, com uma transmissão CVT (continuamente variável),que tem o poder de simular seis marchas no modo manual, e que pode ser acionado por borboletas que estão localizadas atrás do volante, além de contar com sistemas de tração integral.

Uma outra característica de ambos os modelos novos que foram apresentados pela Subaru é o fato deles contarem com uma grande lista de itens de fábrica, incluindo: direção elétrica, ar-condicionado automático de duas zonas, freios com ABS, controles de estabilidade e tração, sete airbags, bancos revestidos de couro com regulagem elétrica e memória para o do motorista, dentre uma série de novos confortos.

De acordo com os testes que foram feitos com ambos os carros, esta sexta geração ainda consegue manter aquela que pode ser considerada como uma das principais atrações dos veículos que são feitos pela Subaru, que é a dirigibilidade. O carro realmente é feito para as pessoas que gostam de dirigir e que sabem aproveitar todos os pequenos e bons momentos de se conduzir um veículo de alto desempenho.

Conheça o novo Audi A3 2.0 turbo Sedan nacional

A Audi confirmou recentemente o lançamento no Brasil de mais um integrante da família A3. Primeiramente a marca colocou nas concessionárias o modelo Sedan 1.4 turbo. Agora o carro conta com um modelo 2.0 turbo, que acaba substituindo o bloco 1.8 TFSI de 180 cv. De acordo com as informações que foram divulgadas, esta nova versão do carro chegará custando R$ 137.990. De acordo com as informações que foram divulgadas pela Audi com relação ao que pode se esperar, em termos de desempenho, deste novo modelo da família A3, o motor terá a capacidade de entregar 220 cv de potência e 35,7 kgfm de torque entre 1500 e 4400 rpm

Uma mudança com relação aos outros modelos lançados pela Audi desta família é que o novo A3 2.0 Turbo terá uma caixa automatizada de dupla embreagem S Tronic, que assim como a transmissão automática do A3 Sedan anterior, também conta com seis velocidades. Com todo este conjunto mecânico, o veículo consegue ir de 0 a 100 km/h em apenas 6,9 segundo, atingindo uma velocidade máxima de 250 km/h.

Ainda falando do desempenho e da velocidade do carro, a Audi parece que finalmente conseguiu arrumar um problema que constantemente era apontado pelos condutores, que estava relacionado aos ruídos metálicos emitidos ao trafegar sobre piso irregular. Este novo modelo conta com uma série de modificações que acabaram reduzindo significativamente os ruídos que são emitidos por este carro.

 

Itens de série

Os consumidores que adquirem o novo Audi A3 2.0 Turbo contarão com os seguintes itens de série: faróis de xenônio e lanternas com LEDs; rodas de liga leve de 17 polegadas; bancos em couro com ajuste elétrico para o motorista; teto panorâmico; controle de cruzeiro adaptativo; ar-condicionado digital de duas zonas; Audi Drive Select (seleciona os modos de condução de acordo com os parâmetros do motor, câmbio, etc); central multimídia com tela de 5.8 polegadas e freios com função Auto Hold (mantém o carro mesmo com o câmbio nas posições drive e ré); alarme antifurto; sete airbags; sensores de estacionamento, entre outros itens.