Dicas para fazer os pneus do carro durarem mais

Os pneus dos carros geralmente são lembrados apenas quando eles precisam ser trocados ou quando acabam apresentando algum tipo de problema. A grande maioria das pessoas não olha para eles quando está procurando um carro novo para comprar, por exemplo. Mesmo assim, eles acabam fazendo basicamente todo o trabalho pesado, uma vez que sustentam todo o peso do veículo e colocam toda aquela massa de ferro e outros componentes para andar.

Mas o que muitos motoristas costumam reparar é nos desgastes que os pneus sofrem no dia a dia. Afinal de contas, costuma doer no bolso quando eles precisam fazer a troca do conjunto de pneus. Em determinados casos os pneus podem acabar durando mais, em outros casos pode ter uma duração muito reduzida. E isso pode estar diretamente relacionado a determinados comportamentos e formas de direção que os motoristas possuem no dia a dia.

Confira algumas dicas que poderão se tornar extremamente úteis para fazer com que os pneus durem mais.

Cuidado com a pressão

A calibragem da pressão do pneu é fundamental para que esta parte do veículo consiga ter uma durabilidade maior, e esta é uma informação que muitos motoristas simplesmente não levam em consideração. De acordo com as fabricantes, quando um motorista anda com o seu carro com os pneus apresentando uma pressão 10% abaixo do indicado significa uma redução de 5% na vida útil, por exemplo.

Portanto, é fundamental que os motoristas passem a verificar a pressão dos pneus do carro semanalmente, ou pelo menos sempre que passar no posto para abastecer. Além disso, procure sempre a informação relativa a pressão indicada para o seu modelo de pneus.

Pneus mais desgastados

Outra informação importante sobre a durabilidade dos pneus está no fato de que o conjunto dos quatro não acabam se desgastando de forma uniformemente. De acordo com os mais variados testes realizados pelas fabricantes, os pneus da frente costumam sofrer três vezes mais desgaste do que os pneus. Por isso, uma dica interessante para fazer com que o conjunto dure mais é trocar a posição dos pneus pelo menos a cada 10 mil km rodado.

Alinhamento

Andar com o carro alinhado é fundamental para a segurança do motorista. Mas o que muitos não sabem é que quando o veículo está dando aquela puxada para um lado ou para o outro ele acaba também fazendo com que os pneus fiquem mais desgastados.

Entenda o que são os serviços para carros em domicílio

Hoje em dia a tendência do delivery atingiu praticamente todos os setores do varejo e também da prestação de serviços. Além das compras pela internet, que entregam qualquer produto na porta de casa do consumidor, diversos outros serviços também estão sendo solicitados pelas pessoas sem que elas tenham que sair do conforto do seu lar. Uma das tendências deste setor são justamente os serviços automotivos em domicílio.

A ideia é simples, e está se espalhando rapidamente pelas grandes cidades do mundo inteiro. Ao invés de fazer com que o motorista tenha que sair da sua casa para levar o seu veículo até uma oficina mais próxima para realizar um procedimento de martelinho de ouro, ou então levar o carro até a lavagem mais próxima, tudo o que as pessoas precisam fazer é ligar e pedir para que os profissionais cheguem com todo o seu aparato.

O crescimento deste tipo de serviço se deve basicamente a dois fatores: a quantidade de empresas que decidiu investir neste tipo de atendimento como forma de conseguir um diferencial perante a concorrência, e também ao crescimento na quantidade de profissionais liberais que decidiram optar por este novo tipo de prestação de serviço.

Dentre os serviços que já podem ser encontrados nesta modalidade de delivery temos os seguintes: lavagem a seco, reparação e substituição de para-brisas, instalação de película e som, troca de óleo e até troca de bateria. A boa notícia é que não são apenas as empresas individuais que estão oferecendo este tipo de atendimento. Muitas seguradoras também já oferecem o atendimento diretamente na casa do consumidor, até mesmo como forma de desafogar a quantidade de carros que acabam ficando ocupando os espaços físicos destas empresas.

Para os profissionais que desejam apostar neste tipo de serviço, a boa notícia é que existem diversas franquias que estão sendo abertas justamente oferecendo toda a infraestrutura que permite com que elas comecem um negócio desta natureza. Sendo assim, as pessoas investem um valor muito menor do que investiria em uma empresa convencional, e ainda por cima recebe todo o treinamento necessário para começar a conquistar os seus clientes.

Já para o consumidor, a comodidade é a maior vantagem de acabar resolvendo o problema do seu carro sem precisar se deslocar a uma oficina ou qualquer outro local de atendimento. É a qualificação dos serviços que está fazendo toda a diferença.

Dicas para evitar acidentes de carro

Um dos maiores problemas que as cidades vivem nos dias de hoje está diretamente relacionado com algo criado justamente para resolver uma série de problemas, tais como deslocamento e possibilidade de se chegar rapidamente a qualquer lugar, que é o seu sistema de trânsito. Com a grande quantidade de veículos circulando, muitas cidades acabam ficando para trás quando precisam adaptar suas vias e também o seu público de um modo geral.

Os acidentes de carro são problema sérios no mundo inteiro especialmente porque conta causa danos físicos que podem ser irreversíveis. Por isso, além de todas as questões relacionadas a infraestrutura, é importante também que os motoristas façam a sua parte e se preparem melhor para conduzir um veículo.

Confira algumas dicas para evitar acidentes de carro em qualquer tipo de estrada.

Chuva e Pista Molhada

Quando as pessoas estão conduzindo um carro com uma pista molhada, elas sempre acabam correndo o risco de derrapar com o seu veículo, o que pode causar os mais variados tipos de colisões e também de acidentes. Uma dica interessante para reduzir as chances de acidente é andar com uma marcha mais elevada. Desta forma, o motor vai trabalhar com uma rotação mais baixa, e reagir de uma forma mais lenta.

Cruzamentos

Um local onde os riscos de acidentes de carro são sempre maiores é nos cruzamentos, onde os veículos acabam tendo que necessariamente passar de um lado para o outro. Mesmo os locais que contam com semáforos podem causar determinados problemas. Por isso, a dica para quem fica na primeira posição do semáforo é colocar o carro em ponto morto e relaxar braços e pernas. Com isso, o tempo que o motorista vai levar para colocar o carro em movimento novamente vai reduzir o risco de ser surpreendido por um carro que passe o sinal, por exemplo.

Farol alto

Quando os motoristas estão dirigindo e acabam passando por um outro carro vindo no lado contrário com o farol alto ele poderá ficar sem visibilidade. Portanto, a dica é, assim que o motorista perceber que um carro com farol alto está se aproximando, olhar rapidamente para baixo e para direita, o que acaba amenizando o fechamento da pupila causado pelo excesso de luz.

Ultrapassagem

Outro momento crítico para acidentes é ultrapassagem. Uma dica para passar por carros grandes em faixas comuns é deixar o veículo se afastar um pouco antes de reduzir a marcha e aumentar a potência do seu carro.

Dicas para evitar acidentes de carro causado pelo sono

A ideia de conduzir um veículo pode ser motivo para que as pessoas fiquem alertas e sem sono, especialmente aquelas que tendem ter um pouco mais de medo ou de receio com relação ao trânsito de um modo geral. Mas, para a grande maioria dos motoristas, dirigir pode se tornar algo entediante, o que acaba abrindo caminho para o sono.

Dormir no volante não é uma exclusividade das pessoas que passam a noite acordadas ou então para as pessoas que estão dirigindo por uma grande quantidade de tempo. Existem diversas causas para o surgimento do sono, mas o fato é que muitos motoristas acabam tendo sérios problemas por não conseguirem identificar que a sonolência está se tornando inevitável durante a condução do carro.

Confira algumas dicas para evitar ou minimizar a chance de acidentes de carro causados por este tipo de problema.

Identifique a chegada do sono

A grande maioria das pessoas conseguem saber quando estão ficando com sono, mas este processo geralmente acontece quando elas estão em um ambiente tranquilo, dentro das suas casas. Na condução de um carro, este tipo de sintoma do sono pode ser mascarado. Mas é sempre importante ficar atento a alguns sinais. O primeiro deles é a irritação, uma vez que pessoas com sono costumam ficar mais impacientes. Existem também pessoas que ficam mais inquietas quando o sono está chegando.

Além disso também existem os sinais físicos do sono, tais como os distúrbios visuais, ou então os bocejos que acontecem com muita frequência.

Fique atento aos horários

As pessoas também devem redobrar a sua atenção com relação os sintomas descritos acima em determinados horários que o organismo da pessoa apresenta o que é chamado de declínio na temperatura corporal. De acordo com os pesquisadores, este tipo de reação do organismo costuma acontecer entre 12h30 e 14h e das 22h às 6 da manhã, sendo que o período crítico fica entre 3h30 e 5h30.

Cuidado com as possíveis soluções

Muitas pessoas recorrem ao café, por exemplo, para combater o sono, mas este tipo de bebida costuma apenas mascarar o sintoma, e se a pessoa continuar dirigindo, ela poderá apagar de vez quando o efeito passar.

Durma regularmente e com qualidade

Para reduzir os riscos de sentir sono enquanto está dirigindo um carro, especialmente durante uma viagem mais longa, é muito importante manter a diária do sono em dia, dormindo regularmente de noite e também prestando atenção na qualidade do sono.

Dicas de revisão de carro antes da viagem

Quando as pessoas estão se preparando para sair em uma viagem mais distante de carro, elas precisam ficar atentos aos mais variados detalhes da viagem. Mas quando a viagem vai acontecer de carro, elas terão basicamente que incluir mais um item na lista de coisas que precisa fazer: a revisão completa do veículo. Afinal de contas, as viagens que acontecem, especialmente na época de férias, costumam exigir muito dos carros, mais do que a circulação dentro das cidades do dia a dia.

Para que a revisão realmente seja feita de uma forma a evitar ou reduzir as chances de que algum problema aconteça, existe uma lista de itens que precisam ser conferidos, sendo que alguns são considerados de extrema importância. É sempre importante lembrar que a revisão antes de qualquer viagem deve ser feita mesmo entre aquelas pessoas que estão acostumadas a viajar ou então aquelas pessoas que estão com todas as suas revisões programadas em dia.

Além disso, uma outra dica importante é  a seguinte: nunca deixe para fazer a revisão do seu carro na véspera da viagem. Muitas pessoas deixam para fazer isso no dia anterior, mas caso o veículo precise trocar alguma peça ou então realizar algum procedimento mais demorado, o motorista não terá tempo hábil. A grande maioria não cancela ou muda a data da sua viagem, e ele estará se arriscando nas estradas.

Revisão dos pneus

Além de dar uma olhada nas condições gerais de cada um dos pneus, é muito importante que as pessoas não deixem de incluir na revisão também o estepe. Caso sejam encontradas qualquer tipo de bolha nos pneus, é fundamental realizar a troca imediata da unidade, pois isso pode indicar algum tipo de dano estrutural. Um outro ponto que precisa chamar a atenção do motorista é o desgaste irregular na banda de rondagem, o que pode ser um indicativo de desalinhamento da suspensão.

Rodas

É importante revisar as rodas de ferro, procurando basicamente por amassados que podem estar comprometendo o desempenho de um modo geral.

Triângulo, macaco e chave de roda

Além de checar se estes itens realmente estão dentro do veículo, é fundamental saber se eles realmente estão em condições de uso caso seja necessário.

Fluidos

Lembre-se que na estrada o motor acaba trabalhando muito mais, por isso é importante checar o nível e a validade de todos os fluidos importantes para o carro, bem como os seus filtros.

Dicas para escolher uma oficina mecânica para o seu veículo

Muitas pessoas cuidam da saúde do seu carro como se estivessem cuidando da sua própria saúde. E, da mesma forma que encontrar um bom médico pode não ser uma tarefa nada fácil, encontrar um mecânico que consiga atender todas as expectativas se realizar um bom trabalho no veículo pode ser uma tarefa complicada.

Mas, nos dias de hoje, estamos vivendo um processo de qualificação e também de profissionalização de praticamente todas as áreas de prestação de serviços, incluindo o de mecânica de automóveis. Afinal de contas, as empresas estão vendo que a concorrência aumentou bastante, no mesmo nível da exigência dos donos de carros. Isso facilita a vida de quem quer encontrar um prestador de serviço que realmente poderá se tornar o seu mecânico de confiança.

Confira algumas dicas para conseguir escolher uma oficina mecânica para o seu carro.

De olho no atendimento

Um dos primeiros elementos que podem ser percebidos e que podem dar boas pistas do tipo de serviço que pode se esperar do local é o seu atendimento. Dentre os principais itens que podem ser observados neste ponto é perceber se a oficina conta com um profissional apenas para receber os que estão chegando. Também é importante que o local que os clientes chegam seja limpo e agradável.

Qualificação no atendimento

Além disso, é importante que os clientes fiquem sempre atentos com relação aos funcionários e também a forma como eles costumam tratar os clientes. Uma boa oficina geralmente conta com mecânicos que são atenciosos e que realmente podem explicar o que está acontecendo e tudo o que poderá ser feito no carro, sem passar aquela sensação de que está tentando enrolar as pessoas.

 

Detalhes no orçamento

O orçamento é o documento que vai mostrar para os clientes o que realmente deverá ser feito no carro de uma forma geral. Mas é importante que este orçamento não seja apenas um papel com um valor anotado. É importante que ali estejam anotados todos os serviços que precisam ser feitos no carro, bem como o valor de cada um dos procedimentos.

Organização

O espaço no mercado para aquela oficina de garagem que recebe os clientes com mais graxa do que equipamentos, onde as pessoas não conseguem nem entender o que está acontecendo, está cada vez menor. Boas oficinas prezam pela qualidade do ambiente e também pela organização dos materiais utilizados, bem como pelo investimento de equipamentos para diagnósticos e afins.

Dicas e cuidados ao trocar pneus e rodas de carros

Existem vários donos de carros que acabam investindo na troca do conjunto original de aros e também de pneus do seu carro por outro. Existem as questões estéticas, que acaba contando muito neste tipo de troca, mas também existem questões de desempenho do carro, como o pneu mais largo que pode trazer uma maior estabilidade para os veículos mais velozes.

Mas o grande problema é que muitos donos de carros acabam se deixando levar pela emoção na hora de fazer a compra e a troca, e deixa de pensar racionalmente no que está sendo feito naquele momento, e todas as consequências que esta troca pode trazer para o veículo de um modo geral.

Antes de sair trocando os pneus e também os aros do seu carro, é fundamental que os donos dos veículos acabem entendendo melhor algumas das informações relacionadas a parte técnica do veículo. Neste caso, é importante entender mais sobre as medidas que estão envolvidas nos pneus e também nos aros:

No pneu 185/60 R14, o 185 é a largura da banda de rodagem em milímetros, 60 indica a altura do perfil (60% da largura), R diz que é radial, 14 é o diâmetro da roda que ele pode receber, em polegadas. Já no aro 5Jx15, o 5 revela a largura do aro em polegadas, o J é o tipo de perfil do aro (a área do seu encaixe com o pneu) e 15, o diâmetro.

Dicas

Os motoristas que estão pretendendo trocar o seu original por um outro jogo precisam sempre tentar manter o diâmetro conjunto. Caso isso não aconteça, uma das principais dificuldades que os motoristas podem acabar tendo é uma falha de leitura do velocímetro, e com isso a altura do carro pode ficar muito elevada com relação ao chão, causando um desequilíbrio e possível perda de estabilidade na hora da condução.

Caso os motoristas ou donos de carros estejam interessados em colocar um pneu mais largo, é sempre importante cuidar para que o pneu não ultrapasse o para-lama. Caso contrário, ele poderá ficar raspando na carroceria ou então na suspensão do veículo.

Além disso, neste caso também será importante encontrar o aro correto. Cada medida de pneu pode ser montada numa certa faixa de largura de rodas. Exemplo: um pneu de largura 175 mm (como o 175/70 R13) pode ser montado em aros de 4.5” a 6.0”. Se você optar por um pneu largo ou estreito demais, ele ficará suscetível a desgastes irregulares e problemas de aderência e estabilidade. Outra preocupação é o tipo de perfil do aro, que deve ser sempre mantido.